Comentário Popular

Psicanalista do PCdoB apresenta provas de que o anti-stalinismo é uma doença crônica

O anti-stalinismo, uma das variantes mais odiosas do anticomunismo, é uma doença, uma espécie de paranoia, motivada por um medo irracional de admitir uma ideia diferente da sua e que pode chocar pela superioridade. A direita cria um “demônio” para depois justificar seus preconceitos, ódio de classe e até mesmo construir ditaduras totalitárias anticomunistas, institucionalizar a exploração do homem pelo homem, a tortura, a opressão, o genocídio, a fome, o terrorismo, a guerra psicológica, bloqueios econômicos, tiranias e caça às bruxas em diferentes países do mundo.

A Psicose Anti-stalinista Crônica (PAC), que é sinônimo do atual Transtorno Delirante Persistente (Paranoia – CID.10), foi diagnosticada pela primeira vez na União Soviética em 1924, após a morte de Lênin, e coincidiu com a ascensão de Stalin ao poder. Um dos tipos de PAC é o tipo persecutório, o tipo mais comum entre os direitistas paranoicos ou reacionários delirantes crônicos. O delírio costuma envolver a crença de estar sendo vítima de conspiração, traição, espionagem, perseguição, envenenamento, intoxicação com drogas ou estar sendo alvo de comentários maliciosos.

De fato, no que se refere ao chamado “stalinismo”, que nada mais é do que um apelido pejorativo do bolchevismo (marxismo-leninismo), que terminou sendo adotado em homenagem ao grande líder soviético, os inimigos dos “malvados stalinistas” foram, são e serão incapazes de apresentar argumentos racionais, além de seus tradicionais clichês, contra um dos períodos de maior glória do marxismo, do socialismo científico e da história da União Soviética.

“A ideia de que Stalin era um maníaco obsessivo por repressões, sanguinário, é a principal mentira dos reacionários”

A ideia de que Stalin era um maníaco obsessivo por repressões, sanguinário, é a principal mentira dos reacionários. O camarada Stálin na verdade foi um grande revolucionário humanista que pensava no povo sofrido. Os conservadores tem inveja do nosso grande líder supremo por não terem ninguém com essa bagagem de bondade, fraternidade e lealdade como a do nosso Josef Stalin.

Como prova desse clima anti-stalinista e da manipulação da opinião pública por parte da direita conservadora,  podemos mencionar a publicação do livro “O Diabo na História. Comunismo, Fascismo e Algumas Lições do Século XX” (traduzido por Elpídio Fonseca, um coxinha brasileiro). Esse livro é, como o próprio título deixa escancarado, a materialização da Psicose Anti-stalinista Crônica no seu mais alto grau. Em Cuba, um país verdadeiramente livre e democrático, uma porcaria desse tipo jamais seria publicada.

Psicanalista do Partido Comunista do Bananistão

Psicanalista do Partido Comunista do Bananistão é formado pela Escola Superior de Psicanálise Marxista da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.

Últimos posts por Psicanalista do Partido Comunista do Bananistão (exibir todos)

Curta nossa página no facebook, kamarada!

"É intolerável para nós a existência, em qualquer parte do mundo, de um pensamento incorreto, por mais secreto e impotente que seja." (O'Brien)

"O Partido deseja o poder exclusivamente em benefício próprio. Não estamos interessados no bem dos outros; só nos interessa o poder em si. Nem riqueza, nem luxo, nem vida longa, nem felicidade: só o poder pelo poder, poder puro." (O'Brien)

"Não se estabelece uma ditadura para proteger uma revolução. Faz-se a revolução para instalar a ditadura. O objetivo da perseguição é a perseguição. O objetivo da tortura é a tortura. O objetivo do poder é o poder." (O'Brien)

"Quanto mais poderoso for o Partido, menos tolerante será. Quanto mais fraca a oposição, tanto mais severo será o despotismo." (O'Brien)

"Se você quer formar uma imagem do futuro, imagine uma bota pisoteando um rosto humano — para sempre." (O'Brien)

"TODOS OS ANIMAIS SÃO IGUAIS MAS ALGUNS ANIMAIS SÃO MAIS IGUAIS DO QUE OS OUTROS. (George Orwell, A Revolução dos Bichos)

walmarx.com.br - Ficção, Sátira e Contra-revolução Permanente

To Top