Comentário Popular

Problematização social no aquário da cidade

Muites ainda estão curioses pra saber o que aconteceu neste último feriado em que estive internada… Bom, pra quem não sabe, sexta-feira eu fui com a Malu (6 anos) até o aquário da cidade, para ela conhecer mais sobre a vida marinha…

Estávamos sendo acompanhadas por ume guie que ficava nos dando informações sobre os peixes, quando a Malu fez a seguinte problematização/solicitação:

– Moce, até agora você só nos mostrou peixes que respiram através de branquias… Você pode nos mostrar agora quais são os peixes que respiram através de negrias?

Malu só queria ver um pouco mais de representatividade. Ela estava sendo totalmente educada, falando num tom de voz tranquilo. Não se exaltou em nenhum momento. Mas mesmo assim aquele guie começou com o deboche fascista:

– HAHAHA Negrias?! Como assim?! – Caçoava como um verdadeiro apoiador do Apartheid, desses que acham um absurdo a existência de um aquário interracial.

Obviamente tomei à frente da discussão:

– VOCÊ ESTÁ CAÇOANDO DA MINHA SOBRINHA SÓ PORQUE ELA É MULHER?

– Não Jessique! – Respondeu e fasciste ainda com um sorrisinho nos lábios – É que peixes só possuem branquias, não possuem “negrias”!

– E VOCÊ ACHA ISSO NORMAL?!

– Sim, oras! É esse o nome, o que posso fazer?

– VOCÊ PODE FAZER MUITA COISA! MAS VOCÊ PREFERE LAVAR AS MÃOS DIANTE DO PROBLEMA, NÃO É MESMO?

Foi aí que eu subi a escadinha do tanque mais próximo, já planejando ficar nua lá no alto para combater a opressão por meio de uma intervenção artística… Porém lá em cima escorreguei, caí na água, bati a cabeça no fundo e desmaiei. Era um tanque de leões marinhos, por sorte eles não me atacaram, talvez por terem achado que eu era um leão marinho também, devido a minha silhueta ou buço… Enfim.

Acordei no hospital quando ume médique chegou pra mim e disse:

– Jessique, que bom que acordou. Como você se sente? Você quase morreu, sabia?

Tentei responder mas só tossia…

– Não diga nada – Continuou e médique – Seus brônquios foram muito afetados..
– E os nogrios? – Interrompeu Malu, ao lado do meu leito – Os nogrios estão bem?

Que orgulho dessa minha sobrinha <3

#MaisTextãoMenosTextículos

Publicado originalmente na página Jessicão

Jessicão, a feminista
Nas redes...

Jessicão, a feminista

Justiceira social combativa. Fundadora do coletivo Unidas Pelos Pelos.
Jessicão, a feminista
Nas redes...

Últimos posts por Jessicão, a feminista (exibir todos)

Comentários generosamente autorizados pelo Grande Irmão:

"É intolerável para nós a existência, em qualquer parte do mundo, de um pensamento incorreto, por mais secreto e impotente que seja." (O'Brien)

"O Partido deseja o poder exclusivamente em benefício próprio. Não estamos interessados no bem dos outros; só nos interessa o poder em si. Nem riqueza, nem luxo, nem vida longa, nem felicidade: só o poder pelo poder, poder puro." (O'Brien)

"Não se estabelece uma ditadura para proteger uma revolução. Faz-se a revolução para instalar a ditadura. O objetivo da perseguição é a perseguição. O objetivo da tortura é a tortura. O objetivo do poder é o poder." (O'Brien)

"Quanto mais poderoso for o Partido, menos tolerante será. Quanto mais fraca a oposição, tanto mais severo será o despotismo." (O'Brien)

"Se você quer formar uma imagem do futuro, imagine uma bota pisoteando um rosto humano — para sempre." (O'Brien)

"TODOS OS ANIMAIS SÃO IGUAIS MAS ALGUNS ANIMAIS SÃO MAIS IGUAIS DO QUE OS OUTROS. (George Orwell, A Revolução dos Bichos)

walmarx.com.br - Humor, ficção, sátira e contra-revolução permanente

To Top