Notícias

Esquerda brasileira parabeniza atleta cubano que prestou continência a Fidel Castro

O boxeador cubano Julio César Cruz, que prestou continência ao camarada Fidel Castro no pódio. Não há críticas, só deslumbre e admiração.

A imprensa esquerdista uniu-se na crítica aos atletas brasileiros que prestaram continência no pódio ao receberem medalhas. O cumprimento militar é visto como uma manifestação ideológica ‘fascista’ que remonta ao golpe militar de 1964 e deveria ser banido pelo Comitê Olímpico Internacional.

Quando se trata de um atleta cubano, porém, a coisa muda da água para o vinho e as críticas transformam-se em elogios. Agora o cumprimento militar trás à memória a gloriosa revolução cubana e é visto como um símbolo da igualdade e da fraternidade socialista.

Este é o caso, por exemplo, do boxeador cubano Julio César Cruz, que prestou continência ao camarada Fidel Castro no pódio. Não há críticas, só deslumbre e admiração.

“Cuba é um exemplo de solidariedade para o mundo. Na década de 1960, Fidel Castro financiou vários centros de guerrilha comunista no Brasil. Seremos eternamente gratos por isso. Viva Che!”, disse um jornalista progressista.

boxeador-cubano-continencia-fidel

Emannuel Goldstein
Nas redes...

Emannuel Goldstein

O renegado Emmanuel Goldstein é um personagem fictício que vive na clandestinidade. É o arqui-inimigo do Grande Irmão e adepto da Contra-revolução Permanente. Aqui tudo é pura ficção, sátira e humor sem graça. Semelhanças com a realidade são frutos do mero acaso.
Emannuel Goldstein
Nas redes...

Comentários generosamente autorizados pelo Grande Irmão:

Curta nossa página no facebook, kamarada!

"É intolerável para nós a existência, em qualquer parte do mundo, de um pensamento incorreto, por mais secreto e impotente que seja." (O'Brien)

"O Partido deseja o poder exclusivamente em benefício próprio. Não estamos interessados no bem dos outros; só nos interessa o poder em si. Nem riqueza, nem luxo, nem vida longa, nem felicidade: só o poder pelo poder, poder puro." (O'Brien)

"Não se estabelece uma ditadura para proteger uma revolução. Faz-se a revolução para instalar a ditadura. O objetivo da perseguição é a perseguição. O objetivo da tortura é a tortura. O objetivo do poder é o poder." (O'Brien)

"Quanto mais poderoso for o Partido, menos tolerante será. Quanto mais fraca a oposição, tanto mais severo será o despotismo." (O'Brien)

"Se você quer formar uma imagem do futuro, imagine uma bota pisoteando um rosto humano — para sempre." (O'Brien)

"TODOS OS ANIMAIS SÃO IGUAIS MAS ALGUNS ANIMAIS SÃO MAIS IGUAIS DO QUE OS OUTROS. (George Orwell, A Revolução dos Bichos)

walmarx.com.br - Ficção, Sátira e Contra-revolução Permanente

To Top